domingo, 31 de janeiro de 2010

Misturando punk com dub, funk e reggae, a referências a Marx, a Sartre, às lutas de emancipação feminina, os britânicos do Gang of Four (foto) criaram um mito em seus seis anos iniciais de existência. O nome do grupo já revelava muito de seu desapego às normas: foi tirado de um grupo da polícia chinesa comunista associado à viúva de Mao Tsé-Tung. Bandas como Bloc Party, Rapture, Franz Ferdinand, Fugazi e Futureheads devem muito ao quarteto liderado pelo guitarrista Andy Gill. Seu disco de estréia, o single “Damaged Goods” que abre o nosso playlist de hoje, é considerado um marco pelo que trazia de ousadia política, realismo social e ‘ansiedade sexual’, como definiu a BBC. Na sequencia você ouve The Sound, Teardrop Explodes, The Go-Betweens, Delta 5, Echo & The Bunnymen, Beat Happening, The Sea Urchins, Felt e Durutti Column.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – GANG OF FOUR, “Damaged Goods”
In: Entertainment!, 1979.

02 – THE SOUND, “Sense of Purpose”
In: From the Lions Mouth, 1981.

03 – THE TEARDROP EXPLODES, “Sleeping Gas”
In: Kilimanjaro, 1980.

04 – THE GO-BETWEENS, “Lee Remick”(1978)
In: 78’ til 79 the Lost Album, 1999.

05 – DELTA 5, “Mind Your Own Business”(1979)
In: Singles & Sessions 1979-1981, 2006.

06 – ECHO & THE BUNNYMEN, “The Pictures on My Wall”
In: Crocodiles, 1980.

07 – BEAT HAPPENING, “Angel Gone”(1984)
In: Music to Climb the Apple Tree, 2002.

08 – THE SEA URCHINS, “Pristine Christine”(1987)
In: Rough Trade Shops Indiepop 1, 2004.

09 – FELT, “Primitive Painters”
In: Ignite the Seven Cannos, 1985.

10 – DURUTTI COLUMN, “What Is It To Me (Woman)”
In: The Guitar and Other Machines, 1987.

Nenhum comentário:

Postar um comentário