domingo, 28 de fevereiro de 2010

O Wire (foto) era descaradamente uma banda de classe média, mais velha que a maioria dos grupos da época e formada por ex-alunos de artes. No entanto, gravou o álbum mais original da primeira leva do punk. Pink Flag levou o punk rock para padrões ainda mais extremos. São 21 canções em 35 minutos. Dentre estas, escolhemos para abrir nosso playlist de hoje “Ex Lion Tamer”. Na sequencia você ouve The Cramps, Magazine, Public Image Ltd., Misfits, Joy Division, Suicide, The Slits, Cabaret Voltaire e Throbbing Gristle.



Seleção musical de Ricardo Pereira.

01 – WIRE, “Ex Lion Tamer”
In: Pink Flag, 1977.

02 – THE CRAMPS, “Can Your Pussy Do The Dog?”
In: A Date With Elvis, 1986.

03 – MAGAZINE, “Shot By Both Sides”
In: Real Life, 1978.

04 – PUBLIC IMAGE LTD., “Public Image”
In: First Issue, 1978.

05 – MISFITS, “Night of the Living Dead”(1979)
In: Misfits, 1986.

06- JOY DIVISION, “Disorder”
In: Unknown Pleasures, 1979.

07 – SUICIDE, “Dream Baby Dream”
In: Suicide, 1980.

08 – THE SLITS, “Typical Girls”
In: Cut, 1979.

09 – CABARET VOLTAIRE, “Nag Nag Nag”(1979)
In: The Original Sound of Sheffield ‘78/’82, 2002.

10 – THROBBING GRISTLE, “Hot on the Heels of Love”
In: 20 Jazz Funk Greats, 1979.

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Há quem torça o nariz para essa mistura que a nova geração faz sem o menor pudor entre o rock, a música eletrônica e os ritmos regionais. Não é o nosso caso como a playlist de hoje demonstra: você ouve na sequencia China (foto), Mombojó, Mula Manca & A Fabulosa Figura, Móveis Coloniais de Acaju, Maquinado, Cidadão Instigado, Hurtmold, Cérebro Eletrônico, Supercordas e Los Porongas, num passeio pelos mais variados sotaques da nossa indie music.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – CHINA, “Jardim de Inverno”
In: Simulacro, 2007.

02 – MOMBOJÓ, “Triste Demais”
In: Sessões MTV, 2008.

03 – MULA MANCA & A FABULOSA FIGURA, “Dinheiro”
In: Amor e Pastel, 2007.

04 – MÓVEIS COLONIAIS DE ACAJÚ, “O Tempo”
In: C_mpl_t_, 2009.

05 – MAQUINADO, “Sem Conserto”
In: Homem Binário, 2007.

06 – CIDADÃO INSTIGADO, “Dói”
In: Uhuuu, 2009.

07 – HURTMOLD, “Sabo”
In: Hurtmold, 2007.

08 – CÉREBRO ELETRÔNICO, “Talentoso”
In: Pareço Moderno, 2008.

09 – SUPERCORDAS, “E o sol brilhou sobre o verde”
In: Seres Verdes ao Redor, 2006.

10 – LOS PORONGAS, “Lego de Palavras”
In: Los Porongas, 2007.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Que o Animal Collective (foto) é uma das propostas musicais mais interessantes da atualidade, não há nenhuma dúvida, o último album do grupo, Merriweather Post Pavillion, foi aclamado, da mesma forma que os trabalhos anteriores haviam sido. Em 2009, o grupo ainda teve tempo de lançar um EP que não pode nem deve passar despercebido. Fall Be Kind tem apenas cinco faixas que podem ser vistas como uma espécie de extensão de Merriweather... Dele destacamos “What Would I Want? Sky” que traz um sample de “Unbroken Chain” do Grateful Dead. O sample em questão é um trecho do vocal de “Unbroken Chain”, que surge após quatro minutos de batucada e cânticos de vodu ecoados por Avey Tare. Na sequencia você ouve Beirut, Dirty Projectors, Xiu Xiu, Why?, Akron/Family, High Places, Japandroids, Lias e The Antlers.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – ANIMAL COLLECTIVE, “What Would I Want? Sky”
In: Fall Be Kind, 2009.

02 – BEIRUT, “Postcards from Italy”
In: Gulag Orkestar, 2006.

03 – THE DIRTY PROJECTORS, “Cannibal Resource”
In: Bitte Orca, 2009.

04 – XIU XIU, “Gray Death”
In: Dear God, I Hate Myself, 2010.

05 – WHY?, “The Hollows”
In: Alopecia, 2008.

06 – AKRON/FAMILY, “Don’t Be Afraid, You’re Already Dead”
In: Love is Simple, 2007.

07 – HIGH PLACES, “Jump In”
In: 03/07 – 09/07, 2008.

08 – JAPANDROIDS, “Young Hearts Spark Fire”
In: Post-Nothing, 2009.

09 – LIARS, “The Other Side of Mt. Heart Attack”
In: Drum’s Not Dead, 2006.

10 – THE ANTLERS, “The Universe is going to catch you”
In: In the Attic of the Universe, 2007.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

O novo album do Good Shoes (foto), No Hope, No Future, foi recebido de forma bastante morna pela crítica especializada. É verdade que o novo album não supera o trabalho anterior do grupo, Think Before You Speak, mas isso acontece com as melhores bandas, não é privilégio do quarteto inglês. Você ouve “The Way My Heart Beats”, música que abre o disco e nosso playlist de hoje. Na sequencia tem The Rifles, Kasabian, White Rabbits, The Cribs, Bombay Bicycle Club, The Sunshine Underground, Mystery Jets, Rumble Strips e Friendly Fires.



Seleção musical de Ricardo Pereira.

01 – GOOD SHOES, “The Way My Heart Beats”
In: No Hope, No Future, 2010.

02 – THE RIFLES, “I Could Never Lie”
In: The Rifles EP, 2008.

03 – KASABIAN, “Fire”
In: West Ryder Pauper Lunatic Asylum, 2009.

04 – WHITE RABBITS, “The Plot”
In: Fort Nightly, 2007.

05 – THE CRIBS, “We Share The Same Skies”
In: Ignore the Ignorant, 2009.

06 – BOMBAY BICYCLE CLUB, “Open House”
In: The Boy I Used to Be EP, 2007.

07 – THE SUNSHINE UNDERGROUND, “Commercial Breakdown”
In: Raise the Alarm, 2006.

08 – MYSTERY JETS, “Diamons in the dark”
In: Zootime, 2007.

09 – RUMBLE STRIPS, “Alarm Clock”
In: Girls and Weather, 2007.

10 – FRIENDLY FIRES, “In the hospital”
In: Friendly Fires, 2008.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

O Surfer Blood (foto) começou a chamar a atenção no final do ano passado quando lançou o single “Swim”. Segundo a New Musical Express o grupo é uma das apostas para 2010, basta ouvir Astro Coast para confirmar que a prestigiada revista não está enganada. Do album destacamos “Floating Vibes” para abrir a nossa playlist de hoje. Na sequencia tem Real Estate, Yeasayer, Micachu, Los Campesinos!, Califone, The Rural Alberta Advantage, Midlake, Small Black e The Soft Pack.



Seleção musical de Ricardo Pereira.

01 – SURFER BLOOD, “Floating Vibes”
In: Astro Coast, 2010.

02 – REAL ESTATE, “Black Lake”
In: Real Estate, 2009.

03 – YEASAYER, “Sunrise”
In: All Hour Cymbals, 2007.

04 – MICACHU, “Golden Phone”
In: Jewellery, 2009.

05 – LOS CAMPESINOS!, “You! Me! Dancing!”
In: Hold on Now, Youngster…, 2008.

06 – CALIFONE, “Spider’s House”
In: Roots & Crowns, 2006.

07 – THE RURAL ALBERTA ADVANTAGE, “Frank, AB”
In: Hometowns, 2009.

08 – MIDLAKE, “Mornings Will Be Kind”
In: The Trials of Van Occupanther, 2006.

09 – SMALL BLACK, “King of Animals”
In: Small Black, 2009.

10 – THE SOFT PACK, “Call It a Day”
In: The Muslins EP, 2009.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

O Shout Out Louds (foto) lança hoje, dia 23 de fevereiro de 2010, seu terceiro album, Work. O grupo esteve no Brasil em 2008, foi uma das atrações, ao lado de Peter Bjorn and John e Club 8, da terceira edição do Invasão Sueca, projeto realizado pelo Coquetel Molotov em parceria com o Swedish Institute que apresenta ao público brasileiro as novidades do cenário musical do país escandinavo – e foi quando conheci o trabalho do grupo, cuja sonoridade nos remete vez ou outra aos anos 1980, a The Cure, a Smiths. É com “Walls”, primeiro single do novo album, que abrimos nosso playlist de hoje – que ainda traz I’m From Barcelona, Hakan Hellström, Sugarplum Fairy, Stars, We Are Scientists, The Mary Onettes, Noah and The Whale, Billie The Vision and The Dancers e os franceses do Phoenix.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – SHOUT OUT LOUDS, “Walls”
In: Work, 2010.

02 – I’M FROM BARCELONA, “We’re From Barcelona”
In: Let Me Introduce My Friends, 2006.

03 – HAKAN HELLSTRÖM, “Kom Igen Lena!”
In: Det är så jag säger det, 2002.

04 – SUGARPLUM FAIRY, “She”
In: First Round First Minute, 2006.

05 – STARS, “Your Ex-Lover Is Dead”
In: Set Yourself on Fire, 2004.

06 – WE ARE SCIENTISTS, “Bang Bang Rock & Roll”
In: Crap Attack, 2006.

07 – THE MARY ONETTES, “Lost”
In: Lost EP, 2006.

08 – NOAH AND THE WHALE, “Shape of My Heart”
In: Peaceful, The World Lays Me Down, 2008.

09 – BILLIE THE VISION AND THE DANCERS, “Summercat”
In: I Was So Unpopular In School and Now They’re Giving Me This Beautiful Bicycle, 2004.

10 – PHOENIX, “Long Distance Call”
In: It’s Never Been Like That, 2006.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

O sujeito acima enrolado com a fita cassete é Alan Palomo ou Neon Indian, nome com o qual assinou Psychic Chasms lançado ano passado e que figurou nas principais listas de melhores albuns de 2009. Confesso que não morri de amores pelas suas doze faixas, mas “Deadbeat Summer” que abre o nosso playlist de hoje é ótima. Na sequencia você ouve Atlas Sound, White Denim, The Mountain Goats, Toro y Moi, The Pains of Being Pure at Heart, YACHT, Deerhunter, Dirty Projectors e Wild Beasts.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – NEON INDIAN, “Deadbeat Summer”
In: Psychic Chasms, 2009.

02 – ATLAS SOUND, “Quick Canal”(w/ Laetitia Sadier)
In: Logos, 2009.

03 – WHITE DENIM, “Regina Holding Hands”
In: Fits, 2009.

04 – THE MOUNTAIN GOATS, “No Children”
In: Tallahassee, 2002.

05 – TORO Y MOI, “Blessa”
In: Blessa Single, 2009.

06 – THE PAINS OF BEING PURE AT HEART, “Falling Over”
In: Higher Than the Stars, 2009.

07 – YACHT, “Psychic City (Voodoo City)”
In: See Mystery Lights, 2009.

08 – DEERHUNTER, “Agoraphobia”
In: Microcastle, 2008.

09 – DIRTY PROJECTORS, “Stillness Is The Move”
In: Bitte Orca, 2009.

10 – WILD BEASTS, “The Devil’s Crayon”
In: Limbo, Panto, 2008.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Há alguns anos atrás, em 1997 mais precisamente, Billy Bragg (foto) recebeu da filha de Woody Guthrie um verdadeiro tesouro: letras e textos inéditos do pai para que desenvolvesse um projeto a partir daquele acervo. O resultado disso foram dois discos fundamentais, Mermaid Avenue 1 e 2, em parceria com o grupo Wilco. Sem dúvida, não poderiam ter ido parar em melhores mãos, Bragg é um legítimo herdeiro do estilo que consagrou Woody Guthrie e Bob Dylan, o folk, ao qual adicionou uma pitada expressiva de punk rock, como você pode conferir na faixa que abre o nosso playlist de hoje, “It Says Here”. Na sequencia ainda tem New Model Army, The Mekons, Dead Kennedys, The Damned, Chron Gen, The Adverts, The Stranglers, The Fall e Johnny Thunders & The Heartbreakers.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – BILLY BRAGG, “It Says Here”
In: Brewing Up with Billy Bragg, 1984.

02 – NEW MODEL ARMY, “51st State”
In: The Ghost of Cain, 1986.

03 – THE MEKONS, “Fight the Cuts”
In: Abstract, 1983.

04 – DEAD KENNEDYS, “Holiday in Cambodia”
In: Fresh Fruits for Rotting Vegetables, 1980.

05 – THE DAMNED, “New Rose”
In: Damned Damned Damned, 1977.

06 – CHRON GEN, “Misadventure”(1982)
In: The Best of Chron Gen, 1994.

07 – THE ADVERTS, “One Chord Wonders”
In: Crossing the Red Sea with The Adverts, 1978.

08 – THE STRANGLERS, “Peaches”
In: Rattus Norgevicus, 1977.

09 – THE FALL, “Rowche Rumble”
In: Dragnet, 1979.

10 – JOHNNY THUNDERS & THE HEARTBREAKERS, “Chinese Rocks”
In: L.A.M.F., 1977.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

O quinteto gaúcho Cachorro Grande (foto) dispensa maiores apresentações. Depois de cinco anos afirmam-se como uma das melhores bandas de rock do país e dão exemplo de que é possível conquistar cada vez mais público sem perder a identidade. É com “Sinceramente” deles que abrimos o nosso playlist de hoje dedicado ao indie nacional. Na sequencia você ouve Ludov, Pública, Autoramas, Columbia, Wonkavision, Garotas Suecas, Sapatos Bicolores, Wander Wildner, Charme Chulo, Forgotten Boys e Rock Rocket.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – CACHORRO GRANDE, “Sinceramente”
In: Pista Livre, 2005.

02 – LUDOV, “Princesa”
In: Dois a Rodar, 2003.

03 – PÚBLICA, “Há Dez Anos ou Mais”
In: Como num filme sem um fim, 2009.

04 – AUTORAMAS, “Agora Minha Sorte Mudou”
In: Stress, Depressão & Síndrome de Pânico, 2000.

05 – COLUMBIA, “Amanhã”
In: O Que Você Não Quis Dizer, 2008.

06 – WONKAVISION, “Tente Por Mim”
In: Wonkavision, 2004.

07 – GAROTAS SUECAS, “Acho que estou me tornando um zumbi”
In: Difícil de Domar, 2007.

08 – SAPATOS BICOLORES, “Um Dente a Menos”
In: Clube Quente dos Sapatos Bicolores, 2005.

09 – WANDER WILDNER, “Eu tenho uma camiseta escrita eu te amo”
In: Baladas Sangrentas, 1996.

10 – CHARME CHULO, “O Que É Que Foi, Piá?”
In: Você Sabe Muito Bem Onde Eu Estou, 2004.

11 – FORGOTTEN BOYS, “Ela Era”
In: Louva-a-Deus, 2008.

12 – ROCK ROCKET, “Puro Amor em Alto Mar”
In: Por Um Rock and Roll Ainda Mais Alcóolatra e Inconsequente, 2006.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

O quarteto animado acima forma o Acid House Kings (foto), uma das atrações vindas da Suécia incluídas na playlist de hoje que só não é inteiramente dedicada à indie music daquele país porque reune também os escoceses do Belle & Sebastian e God Help The Girl, bem como a australiana The Lucksmiths, aqui com uma versão para “I Started a Joke” do BeeGees.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – ACID HOUSE KINGS, “Do What You Wanna Do”
In: Sing Along with Acid House Kings, 2005.

02 – CLUB 8, “The Next Step You’ll Take”
In: Strangely Beautiful, 2003.

03 – JENS LEKMAN, “Your Arms Around Me”
In: Night Falls Over Kortedala, 2007.

04 – GOD HELP THE GIRL, “Come Monday Night”
In: God Help The Girl, 2009.

05 – BELLE & SEBASTIAN, “If She Wants Me”
In: Dear Catastrophe Waitress, 2003.

06 – PELLE CARLBERG, “I Love You, You Imbecile”(feat. Ida Maria)
In: In a Nutshell, 2007.

07 – CAMERA OBSCURA, “Away with Murder”
In: My Maudlin Career, 2009.

08 – THE LUCKSMITHS, “I Started a Joke”
In: The Chapter in Your Life Entitled San Francisco, 2005.

09 – THE POSTMARKS, “No One Said This Would Be Easy”
In: Memoirs at the End of the World, 2009.

10 – LOVENINJAS, “Keep Your Love”
In: Keep Your Love, 2005.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

O Sea Wolf (foto) é mais uma daquelas bandas de um homem só, neste caso, Alex Brown Church – que a cada novo album reune um grupo de músicos para acompanhá-lo. Se a inclusão de uma composição sua na trilha-sonora de Lua Cheia ajudar a tornar o músico conhecido no Brasil, a sequencia de Crepúsculo terá, enfim, prestado para alguma coisa. A faixa que você ouve aqui é do primeiro EP lançado por Church sob o nome de Sea Wolf, três anos atrás. O playlist de hoje continua com Decemberists, Fanfarlo, The Dodos, Voxtrot, Throw Me The Statue, The Clientele, Andrew Bird, Thao and The Get Down Stay Down e Grand Archives.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – SEA WOLF, “The Garden That You Planted”
In: Get To The River Before It Runs Too Low, 2007.

02 – THE DECEMBERISTS, “The Rake’s Song”
In: The Hazards of Love, 2009.

03 – FANFARLO, “These Walls Are Coming Down”
In: Reservoir, 2008.

04 – THE DODOS, “Fables”
In: Time To Die, 2009.

05 – VOXTROT, “Raised by Wolves”
In: Raised by Wolves, 2005.

06 – THROW ME THE STATUE, “Waving at the Stone”
In: Creaturesque, 2009.

07 – THE CLIENTELE, “Tonight”
In: Bonfires on the Heart, 2009.

08 – ANDREW BIRD, “Effigy”
In: Noble Beast, 2009.

09 – THAO with THE GET DOWN STAY DOWN, “You’ve Really Got a Hold On Me”
In: Swimming Pools, 2008.

10 – GRAND ARCHIVES, “Torn Blue Foam Couch”
In: The Grand Archives, 2008.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

O OK Go (foto) ficou conhecido pelo video-clipe da música “Here It Goes Again” que mostrava os integrantes da banda numa coreografia para lá de ensaiada em esteiras ergométricas. Do clipe creio que todos se lembram, mas só uns poucos saberão ainda hoje assobiar sua melodia. Passados cinco anos (já faz tudo isso?), o grupo lançou seu terceiro album, Of the Blue Colour of the Sky, em janeiro último, do qual destacamos para abrir nosso playlist de hoje, “Skyscrapers”. Na sequencia você ouve Passion Pit, Louis XIV, One EskimO, Hot Hot Heat, Albert Hammond Jr., Cage The Elephant, Arcade Fire, Laura Veirs e The Walkmen.



Seleção musical de Ricardo Pereira.

01 – OK GO, “Skyscrapers”
In: Of the Blue Colour of the Sky, 2010.

02 – PASSION PIT, “Moth’s Wings”
In: Manners, 2009.

03 – LOUIS XIV, “Paper Doll”
In: The Best Little Secrets Are Kept, 2005.

04 – ONE ESKIMO, “Amazing”
In: One Eskimo, 2009.

05 – HOT HOT HEAT, “Talk To Me, Dance With Me”
In: Make Up the Breakdown, 2002.

06 – ALBERT HAMMOND JR., “Hard To Live (In The City)”
In: Yours to Keep, 2006.

07 – CAGE THE ELEPHANT, “In One Near”
In: Cage The Elephant, 2008.

08 – ARCADE FIRE, “Rebellion (Lies)”
In: Funeral, 2005.

09 – LAURA VEIRS, “Don’t Lose Yourself”
In: Saltbreakers, 2007.

10 – THE WALKMEN, “Emma, Get Me a Lemmon”
In: A Hundred Miles Off, 2006.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Embora juntos desde 2000, os londrinos do Boxer Rebellion (foto) gravaram apenas dois albuns: Exits, de 2003, e Union, do ano passado. Ouvindo ambos os discos nos surpreende que o Boxer Rebellion não seja tão conhecido quanto algumas das bandas que estão no nosso playlist de hoje. Confira deles, “Evacuate”. Na sequencia ainda tem The National, The XX, The Cinematics, Arctic Monkeys, The Temper Trap, Maxïmo Park, Interpol, Elefant e The Cooper Temple Clause.



Seleção musical de Ricardo Pereira.

01 – THE BOXER REBELLION, “Evacuate”
In: Union, 2009.

02 – THE NATIONAL, “Guest Room”
In: Boxer, 2007.

03 – THE XX, “Crystalized”
In: XX, 2009.

04 – THE CINEMATICS, “Rise & Fall”
In: A Strange Education, 2007.

05 – ARCTIC MONKEYS, “Crying Lightning”
In: Humburg, 2009.

06 – THE TEMPER TRAP, “Fader”
In: Conditions, 2009.

07 – MAXÏMO PARK, “Apply Some Pleasures”
In: A Certain Trigger, 2005.

08 – INTERPOL, “Evil”
In: Antics, 2004.

09 – ELEFANT, “Why?”
In: The Black Magic Show, 2006.

10 – THE COOPER TEMPLE CLAUSE, “Pulling Shapes”
In: Waiting Game, 2007

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

O Spoon (foto) é o tipo de grupo que não aparenta a idade que tem. Na estrada desde 1994, estrearam em disco pelo famoso selo Matador, com Telephono, de 1996. Com o recém-lançado Transference chegaram ao sétimo album. Não precisam, portanto, provar mais nada para ninguém; mas como no mundo da música é preciso matar um leão a cada novo album, este quarteto britânico liderado por Britt Daniel provou mais uma vez do que é capaz. Para sentir o gostinho você ouve “Got Nuffin”. Na sequencia tem Cold War Kids, Clap Your Hands Say Yeah, The Magnetic Fields, White Rabbits, The Airborne Toxic Event, Julian Casablancas, Fanfarlo, Los Campesinos! e Ra Ra Riot.



Seleção musical de Ricardo Pereira.

01 – SPOON, “Got Nuffin”
In: Transference, 2010.

02 – COLD WAR KIDS, “Audience”
In: Behave Yourself, 2010.

03 – CLAP YOUR HANDS SAY YEAH, “Over and Over Again”
In: Clap Your Hands Say Yeah, 2005.

04 – THE MAGNETIC FIELDS, “You Must Be Out Of Your Mind”
In: Realism, 2010.

05 – WHITE RABBITS, “Percussion Gun”
In: It’s Frightening, 2009.

06 – THE AIRBORNE TOXIC EVENT, “Sometime Around Midnight”
In: The Airborne Toxic Event, 2009.

07 – JULIAN CASABLANCAS, “I Wish It Was Christmas Today”
In: I Wish It Was Christmas Today, 2009.

08 – FANFARLO, “Harold T. Wilkins, or How To Wait for A Very Long Time”
In: Reservoir, 2008.

09 – LOS CAMPESINOS!, “The sea is a good place to think of the future”
In: Romance is Boring, 2010.

10 – RA RA RIOT, “Ghost Under Rocks”
In: The Rhumb Line, 2008.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Mesclando nomes mais conhecidos com alguns nem tanto, a proposta deste blog, confesso, é chamar a atenção de quem nos visita para os músicos do segundo tipo, menos alardeados, isto tanto nas playlists de segunda à sexta quanto naquelas disponibilizadas nos finais-de-semana, pergunte-se quantas bandas você ouviu pela primeira vez aqui. No domingo, garimpamos o passado em busca das raízes da indie music, principalmente no punk, no pós-punk, na new wave, a playlist de hoje é um ótimo exemplo disso. Nela destacamos alguns grupos que sumiram do mapa, mas que deixaram sua marca nesta coisa divertida chamada rock. Estamos falando de Monochrome Set (foto), de Generation X (de onde saiu Billy Idol), The Undertones, X, The Soft Boys, Penetration, The Subway Sect, X-Ray Spex, Essential Logic e The Vibrators.



Seleção musical de Ricardo Pereira.

01 – MONOCHROME SET, “Goodbye Joe”
In: Strange Boutique, 1980.

02 – GENERATION X, “Kiss Me Deadly”
In: Kiss Me Deadly, 1981.

03 – THE UNDERTONES, “Teenage Kicks”
In: The Undertones, 1979.

04 – X, “Los Angeles”
In: Los Angeles, 1980.

05 – THE SOFT BOYS, “(I Want To Be an) Anglepoise Lamp”(1978)
In: A Can of Bees, 1979.

06 – PENETRATION, “Don’t Dictate”(1977)
In: Don’t Dictate: The Best of Penetration, 1995.

07 – VIC GODARD & THE SUBWAY SECT, “Parallel Lines”(1981)
In: Twenty Odd Years, 1999.

08 – X-RAY SPEX, “Germ Free Adolescents”
In: Germ Free Adolescents, 1978.

09 – ESSENTIAL LOGIC, “Fanfare in the garden”(1979)
In: Fanfare in the Garden, 2003.

10 – THE VIBRATORS, “Baby Baby”
In: Pure Mania, 1977.

sábado, 13 de fevereiro de 2010

“Pressuposto”, faixa que abre nosso playlist de hoje dedicado ao indie nacional, está no recém-lançado EP do trio paranaense, Nevilton (foto), que pode ser baixado gratuitamente no www.rocknbeats.com.br. Aproveite para conferir todo o conteúdo do site, um dos mais antenados no que toca a indie music. Recomendadíssimo. Na sequencia você ouve Lafusa, Canastra, Parafusa, Ronei Jorge & Os Ladrões de Bicicleta, Bois de Gerião, Volver, Cartolas, Júpiter Maçã, Lulina e as mineirinhas do Fofoca Erudita, sugestão do nosso amigo Roger Correa.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – NEVILTON, “Pressuposto”
In: Pressuposto EP, 2010.

02 – LAFUSA, “Acaso Casual”
In: Lafusa EP, 2005.

03 – CANASTRA, “Motivo de Chacota”
In: Chega de Falsas Promessas, 2007.

04 – PARAFUSA, “Zamba”
In: Não Ria de Mim, 2003.

05 – RONEI JORGE & OS LADRÕES DE BICICLETA, “Mulher Gigante”
In: Ronei Jorge e Os Ladrões de Bicicleta, 2005.

06 – BOIS DE GERIÃO, “Cocota”
In: Bois de Gerião, 2002.

07 – VOLVER, “Coração Atonal”
In: Acima da Chuva, 2008.

08 – CARTOLAS, “Fora do Ar”
In: Cartolas Demo, 2004.

09 – JÚPITER MAÇÃ, “Miss Lexotan 6mg Garota”
In: A Sétima Efervescência, 1996.

10 – LULINA, “Sutiã”
In: Aceitação dos 14, 2008.

11 – FOFOCA ERUDITA, “Jujubas”
In: All Vivo, 2009.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Conhecido nos Estados Unidos como A Band of Bees, a banda britânica The Bees (foto) produz um som indie rock com influências da música dos anos 1960, do reggae e do jazz. “Listening Man” do terceiro album do grupo, Octopus, dá uma boa idéia do que estou tentando dizer. Na sequencia você ouve Little Barrie, The Coral, Sloan, Gomez, The Aliens, Doves, Ramona Falls, Guillemots e Heartless Bastards.



Seleção musical de Ricardo Pereira

01 – THE BEES, “Listening Man”
In: Octopus, 2007.

02 – LITTLE BARRIE, “Pin That Badge”
In: Pin That Badge EP, 2006.

03 – THE CORAL, “Dreaming of You”
In: The Coral, 2002.

04 – SLOAN, “The Good in Everyone”
In: One Chord to Another, 1996.

05 – GOMEZ, “Airstream Driver”
In: A New Tide, 2009.

06 – THE ALIENS, “I Am the Unknow”
In: Astronomy for Dogs, 2007.

07 – DOVES, “There Goes The Fear”
In: The Last Broadcast, 2002.

08 – RAMONA FALLS, “I Say Fever”
In: Intuit, 2009.

09 – GUILLEMOTS, “We’re Here”
In: Through the Widowpane, 2006.

10 – HEARTLESS BASTARDS, “The Mountain”
In: The Mountain, 2009.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Diferentemente de outros albuns do Flaming Lips (foto), Embryonic não foi uma unanimidade, enquanto muitos o reprovaram outros o incluíram nas suas listas de melhores do ano. Não estamos aqui para incentivar ainda mais a polêmica, apenas para tocar boa música e “Watching The Planets” que conta com a colaboração da vocalista do Yeah Yeah Yeahs, Karen O, se encaixa nessa categoria. Na sequencia você ouve Fiery Furnaces, Deerhoof, Sonic Youth, The Apples in Stereo, Yo La Tengo, The Raveonettes, ... And You Will Know Us By Trial of Death, The Secret Machines e Ted Leo and The Pharmacists.



Seleção musical de Ricardo Pereira.

01 – THE FLAMING LIPS, “Watching The Planets”(featuring Karen O)
In: Embryonic, 2009.

02 – THE FIERY FURNACES, “Tropical Iceland”
In: The Fiery Furnaces EP, 2005.

03 – DEERHOOF, “Wrong Time Capsule”
In: The Runners Four, 2005.

04 – SONIC YOUTH, “Antenna”
In: The Eternal, 2009.

05 – THE APPLES IN STEREO, “Energy”
In: New Magnetic Wonder, 2007.

06 – YO LA TENGO, “Here to Fall”
In: Popular Songs, 2009.

07 – THE RAVEONETTES, “Heart of Stone”
In: In and Out of Control, 2009.

08 - … AND YOU WILL KNOW US BY THE TRIAL OF DEATH, “It Was There That I Saw You”
In: Source Tags & Codes, 2002.

09 – THE SECRET MACHINES, “Nowhere Again”
In: Now Here Is Nowhere, 2004.

10 – TED LEO AND THE PHARMACISTS, “Under the Hedge”
In: The Tyranny of Distance, 2001.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

É com “Angel Echoes”, do recém-lançado quinto album do Four Tet (foto) – ou Kieran Hebden para os mais íntimos – que abrimos nosso playlist de hoje, mais eletrônico que de hábito. Na sequencia você viaja na sonoridade de Bonobo, Múm, Sia Furler, Cinematic Orchestra, Savath & Savalas, Ratatat, Pantha du Prince, The Album Leaf e do post-rock do Explosions in the Sky. Está bom para você?



Seleção musical de Ricardo Pereira.

01 – FOUR TET, “Angel Echoes”
In: There Is Love in You, 2010.

02 – BONOBO, “Terrapin”
In: Animal Magic, 2000.

03 – MÚM, “Green Grass of Tunnel”
In: Finally We Are No One, 2002.

04 – SIA FURLER, “Breathe Me”
In: Colour The Small One, 2004.

05 – THE CINEMATIC ORCHESTRA, “Breathe (w/ Fontella Bass)”
In: Ma Fleur, 2007.

06 – SAVATH & SAVALAS, “Te Quiero, pero por otro lado”
In: Apropa’t, 2004.

07 – RATATAT, “Loud Pipes”
In: Classics, 2006.

08 – PANTHA DU PRINCE, “Asha”
In: This Bliss, 2007.

09 – THE ALBUM LEAF, “The Light”
In: Into the Blue Again, 2006.

10 – EXPLOSIONS IN THE SKY, “The Only Moment We Were Alone”
In: The Earth Is Not a Cold Dead Place, 2003.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

O Beach House (foto), dupla formada por Victoria Legrand e Alex Scally, chega ao seu terceiro album, Teen Dream (lançado oficialmente em 26 de janeiro de 2010) e consolida-se como um dos melhores grupos da atualidade. “Norway” que abre o nosso playlist de hoje é um ótimo exemplo da maturidade que o som da dupla atingiu e que se espalha por todas as dez faixas do novo trabalho. Na sequencia você ouve Best Coast, A Sunny Day in Glasgow, Grizzly Bear, Local Natives, Memory Tapes, Small Black, Warpaint – e atendendo aos pedidos de nossos ‘ouvintes’ – Galaxie 500 e Mazzy Star, verdadeiros clássicos da indie music.



Seleção musical de Ricardo Pereira.

01 – BEACH HOUSE, “Norway”
In: Teen Dream, 2010.

02 – BEST COAST, “When I’m With You”
In: When I’m With You EP, 2009.

03 – A SUNNY DAY IN GLASGOW, “Close Chorus”
In: Ashes Grammar, 2009.

04 – GRIZZLY BEAR, “While You Wait For The Others”
In: Veckatimest, 2009.

05 – LOCAL NATIVES, “Warning Sign”
In: Gorilla Manor, 2009.

06 – MEMORY TAPES, “Bicycle”
In: Seek Magic, 2009.

07 – SMALL BLACK, “Despicable Dogs”
In: Small Black EP, 2009.

08 – WARPAINT, “Krimson”
In: Exquisite Corpse EP, 2008.

09 – GALAXIE 500, “Flowers”
In: Today, 1988.

10 – MAZZY STAR, “Fade Into You”
In: So Tonight That I Might See, 1993.

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Filha do cantor Serge Gainsbourg e da atriz (e também cantora) Jane Birkin, Charlotte (foto) tem talento no sangue e já demonstrou isso – seja no cinema (como no recente Anticristo, de Lars von Trier, para nos determos em apenas um ótimo exemplo) seja na música: em 5:55, seu trabalho anterior, e, no recém-lançado, IRM, produzido por Beck Hansen (foto). É deste disco que extraímos a faixa que abre o nosso playlist de hoje todo ele dedicado à voz feminina, além de Charlotte, temos Keren Ann, Bat for Lashes, St. Vincent, Karen O & The Kids, Hope Sandoval & The Warm Inventions, Cat Power, Taken By Trees, Emilíana Torrini e Isobel Campbell.



Seleção musical de Ricardo Pereira.

01 – CHARLOTTE GAINSBOURG, “Heaven Can Wait”
In: IRM, 2009.

02 – KEREN ANN, “Lay Your Head Down”
In: Keren Ann, 2007.

03 – BAT FOR LASHES, “Daniel”
In: Two Suns, 2009.

04 – St. VINCENT, “The Strangers”
In: Actor, 2009.

05 – KAREN O & THE KIDS, “Hidaway”
In: Where The Wild Things Are: Motion Picture Soundtrack, 2009.

06 – HOPE SANDOVAL & THE WARM INVENTIONS, “Trouble”
In: Through the Devil Softly, 2009.

07 – CAT POWER, “The Greatest”
In: The Greatest, 2006.

08 – TAKEN BY TREES, “To Lose Someone”
In: East of Eden, 2009.

09 – EMILÍANA TORRINI, “The Boy Who Giggle So Sweet”
In: Merman, 1996.

10 – ISOBEL CAMPBELL, “Amorino”
In: Amorino, 2003.

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Dentre as principais bandas do mundo punk criado no clube nova-iorquino CBGB’S, o Television (foto) foi a que teve menos sucesso commercial. No entanto, seu melhor momento, o álbum Marquee Moon, foi tão bom, ou melhor, quanto os trabalhos seminais de alguns de seus contemporâneos, como Horses, de Patti Smith e o disco de estréia dos Talking Heads. É deste trabalho do Television que extraímos a faixa que abre o nosso playlist de hoje, “Venus”. Na sequencia você ouve The Modern Lovers, Pere Ubu, Buzzcocks, The Feelies, Public Image Ltd., Swell Maps, The Dead Boys, The Slits e The Pop Group.



Seleção musical de Ricardo Pereira.

01 – TELEVISION, “Venus”
In: Marquee Moon, 1977.

02 – THE MODERN LOVERS, “Roadrunner”
In: The Modern Lovers, 1976.

03 – PERE UBU, “Final Solution”(1976)
In: Terminal Tower, 1998.

04 – BUZZCOCKS, “Ever Fallen In Love”
In: Love Bites, 1978.

05 – THE FEELIES, “The Boy With The Perpetual Nervousness”
In: Crazy Rhythms, 1980.

06 – PUBLIC IMAGE LTD., “Death Disco”
In: Metal Box, 1979.

07 – SWELL MAPS, “Loin of the Surf”
In: A Trip To Marineville, 1979.

08 – THE DEAD BOYS, “Ain’t It Fun”
In: We Have Come for Your Children, 1978.

09 – THE SLITS, “I Heard It Through the Grapevine”
In: Cut, 1979.

10 – THE POP GROUP, “She is beyond good and evil”
In: Y, 1979.

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Nem só de Legião, Titãs, Ira!, Ultraje, Barão e Paralamas viviam os anos 1980. Quando se conta a história desta década precisamos falar também dos independentes, de selos como Baratos Afins, Wop Bop, Cogumelo Discos e até mesmo do Plug, selo criado pela RCA/Ariola para lançar no mercado grupos que se destacavam no meio underground. É um pouco dessa história que nosso playlist de hoje apresenta, você ouve na sequencia Fellini (foto), Akira S & As Garotas Que Erraram, As Mercenárias, Patife Band, Cabine C, Violeta de Outono, Muzak, Nau, Vzyadoq Moe e Gueto.

Seleção musical de Ricardo Pereira.

01 – FELLINI, “Teu Inglês”
In: 3 Lugares Diferentes, 1987.
02 – AKIRA S & AS GAROTAS QUE ERRARAM, “Sobre as pernas”
In: Akira S & As Garotas Que Erraram, 1987.
03 – AS MERCENÁRIAS, “Polícia”
In: Cadê as Armas?, 1986.
04 – PATIFE BAND, “Chapeuzinho Vermelho”
In: Corredor Polonês, 1987.

05 – CABINE C, “Tão Perto”
In: Fósforos de Oxford, 1986.
06 – VIOLETA DE OUTONO, “Faces”
In: Violeta de Outono, 1987.
07 – MUZAK, “Ilha Urbana”
In: Não São Paulo, 1985.
08 – NAU, “Corpo Vadio”
In: Nau, 1986.
09 – VZYADOQ MOE, “Redenção”
In: O Ápice, 1987.
10 – GUETO, “G.U.E.T.O.”
In: Estação Primeira, 1987.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

O Wikipedia define os suecos do Miike Snow (foto) como um encontro entre o A-ha e o Animal Collective. Você pode conferir o resultado deste ‘encontro’ inusitado ouvindo “Animal” faixa do disco de estréia do grupo que abre o nosso playlist de hoje. Na sequencia ainda tem Broadcast, The Rapture, Dr. Dog, Au Revoir Simone, Chairlift, The Knife, Chromatics, Glass Candy e LCD Soundsystem.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – MIIKE SNOW, “Animal”
In: Miike Snow, 2009.

02 – BROADCAST, “Come on Let’s Go”
In: The Noise Made By People, 2000.

03 – THE RAPTURE, “Sister Savior”
In: Echoes, 2003.

04 – Dr. DOG, “The Breeze”
In: Fate, 2008.

05 – AU REVOIR SIMONE, “Shadows”
In: Still Night, Still Light, 2009.

06 – CHAIRLIFT, “Bruises”
In: Does You Inspire You, 2008.

07 – THE KNIFE, “Heartbeats”
In: Deep Cuts, 2003.

08 – CHROMATICS, “Running up that hill”
In: Night Drive, 2007.

09 – GLASS CANDY, “Computer Love”
In: B/E/A/T/B/O/X, 2007.

10 – LCD SOUNDSYSTEM, “All My Friends”
In: Sound of Silver, 2007.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Nosso blog completa hoje, dia 4 de fevereiro, um mês no ar. Contando com o playlist de hoje já disponibilizamos aqui 334 músicas. Apesar de contar com uma divulgação modesta já atingimos, segundo o Google Analytics, mais de cem visitas por dia, um número expressivo que revela a carência de iniciativas do gênero. Agradecemos aos nossos ‘ouvintes’ e aos músicos do Reino Fungi, Charme Chulo, Terminal Guadalupe, Vivendo do Ócio e Velhos & Usados, que em suas comunidades no Orkut, home-pages e twitters fizeram referência ao nosso blog. Apesar do número de visitas ser alto, ainda contamos com uma baixa participação nos comentários, ferramenta que nos auxiliaria na elaboração de novas playlists, permitindo conhecer o gosto musical de quem nos visita. Todas as sugestões que recebemos são, ao seu tempo, atendidas. Aliás, dentre as novidades que incluiremos em nosso blog está a ‘playlist do ouvinte’ onde você que nos visita, prepara uma lista com as músicas que quer ouvir (de 10 a 15 músicas) para que nós montemos sua playlist e publiquemos ela aqui, quem quiser já pode começar a enviá-las para nosso e-mail radioblogue@gmail.com. Também estamos abrindo espaço aqui para as jovens bandas que queiram divulgar seu trabalho, basta enviar a faixa em mp3 para este mesmo endereço de e-mail, como já fizeram Wandering Romantics, Maltines, Coro dos Contentes, Banda Vitro; teremos o maior prazer em divulgá-los aqui. No playlist de hoje mais uma sequencia de bandas que não tocam em tudo o que é lugar, ouça Bear in Heaven (foto), Battles, Do Make Say Think, Black Moth Super Rainbow, Efterklang, Xiu Xiu, Eluvium, Tortoise, HEALTH e Fuck Buttons (por Letícia Carmelo e Ricardo Pereira).



01 – BEAR IN HEAVEN, “Lovesick Teenagers”
In: Beast Rest Forth Mouth, 2009.

02 – BATTLES, “Tonto”
In: Mirrored, 2007.

03 – DO MAKE SAY THINK, “Soul and Onward”
In: & Yet & Yet, 2002.

04 – BLACK MOTH SUPER RAINBOW, “Born on a day the sun didn’t rise”
In: Eating Us, 2009.

05 – EFTERKLANG, “Modern Drift”
In: Magic Chairs, 2010.

06 – XIU XIU, “Fabulous Muscles”
In: Fabulous Muscles, 2004.

07 – ELUVIUM, “Radio Ballet”
In: Copia, 2007.

08 – TORTOISE, “TNT”
In: TNT, 1998.

09 – HEALTH, “Die Slow”
In: Get Color, 2009.

10 – FUCK BUTTONS, “Bright Tomorrow”
In: Street Horrrsing, 2008.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Até dezembro de 2009, Owen Pallett (foto) assinava os discos de seu projeto solo como Final Fantasy. Foi sob essa denominação que o músico apresentou-se no Sesc Santana, em São Paulo, no ano de 2008. Heartland lançado em janeiro último é o primeiro album desta sua nova fase, mas esta é a única diferença entre este trabalho e os anteriores, porque no que toca a qualidade musical, esta permanece a mesma, altíssima. É com “Oh Heartland, Up Yours” do novo disco que abrimos o playlist de hoje. Na sequencia ainda tem Hidden Cameras, Parenthetical Girls, Patrick Wolf, Basia Bulat, Sea Wolf, Wooden Sky, The Most Serene Republic, Blue Roses e Cherry Ghost.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – OWEN PALLETT, “Oh Heartland, Up Yours”
In: Heartland, 2010.

02 – THE HIDDEN CAMERAS, “He Falls To Me”
In: Origin: Orphan, 2009.

03 – PARENTHETICAL GIRLS, “Stolen Children”
In: Safe as Houses, 2005.

04 – PATRICK WOLF, “The Magic Position”
In: The Magic Position, 2007.

05 – BASIA BULAT, “Why Can’t It Be Mine”
In: Oh, My Darling, 2007.

06 – SEA WOLF, “You’re a wolf”
In: Leaves in the river, 2007.

07 – WOODEN SKY, “Oh My God (It Still Means a Lot to Me)”
In: If I Don’t Come Home You’ll Know I’m Gone, 2009.

08 – THE MOST SERENE REPUBLIC, “Heavens To Purgatory”
In: … And The Ever Expanding Universe, 2009.

09 – BLUE ROSES, “I Am Leaving”
In: Blue Roses, 2009.

10 – CHERRY GOST, “People Help The People”
In: Thirst for Romance, 2007.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Depois da grande aprovação de crítica e público de seu album de estréia, o quarteto nova-iorquino Vampire Weekend (foto) apresenta seu aguardado segundo trabalho, Contra, que, obviamente, redunda em toda aquela discussão sobre as expectativas terem sido superadas ou não. Independente de uma coisa ou de outra, você ouve aqui “Horchata”, faixa que abre o disco e nosso playlist de hoje – que ainda traz Harlem Shakes, fun., Matt & Kim, Bishop Allen, Broken Bells, Someone Still Loves You Boris Ieltsin, Animal Collective, Hockey e Two Door Cinema Club.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – VAMPIRE WEEKEND, “Horchata”
In: Contra, 2010.

02 – HARLEM SHAKES, “Carpetbaggers”
In: Burning Birthdays, 2007.

03 – fun. “All The Pretty Girls”
In: Aim and Ignite, 2009.

04 – MATT & KIM, “Daylight”
In: Grand, 2009.

05 – BISHOP ALLEN, “Click, Click, Click, Click”
In: The Broken String, 2007.

06 – BROKEN BELLS, “The High Road”
In: Broken Bells, 2010.

07 – SOMEONE STILL LOVES YOU BORIS IELTSIN, “Pangea”
In: Broom, 2005.

08 – ANIMAL COLLECTIVE, “Fireworks”
In: Strawberry Jam, 2007.

09 – HOCKEY, “Too Fake”
In: Mind Chaos, 2009.

10 – TWO DOOR CINEMA CLUB, “Something Good Can Work”
In: Single, 2009.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

O Real Estate (foto) aparece aqui como uma das grandes revelações de 2009, ano em que lançaram o EP Reality e o seu primeiro album completo que leva simplesmente o nome do quarteto de New Jersey, do qual escolhemos “Fake Blues” para vocês ouvirem aqui, tirarem suas conclusões. Na sequencia tem Girls, Ganglians, Letting Up Despite Great Faults, Throw Me The Statue, Thee Oh Sees, Califone, Telekinesis!, Surfer Blood e British Sea Power.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – REAL ESTATE, “Fake Blues”
In: Real Estate, 2009.

02 – GIRLS, “Laura”
In: Album, 2009.

03 – GANGLIANS, “Cryin’ Smoke”
In: Monster Head Room, 2009.

04 – LETTING UP DESPITE GREAT FAULTS, “If You’re Here Today”
In: Letting Up Despite Great Faults, 2009.

05 – THROW ME THE STATUE, “Moonbeams”
In: Moonbeams, 2007.

06 – THEE OH SEES, “Ruby Go Home”
In: Help, 2009.

07 – CALIFONE, “Funeral Singers”
In: All My Friends Are Funeral Singers, 2009.

08 – TELEKINESIS!, “I Saw Lightning”
In: Telekinesis!, 2009.

09 – SURFER BLOOD, “Swim”
In: Astro Coast, 2010.

10 – BRITISH SEA POWER, “Waving Flags”
In: Do You Like Rock Music?, 2007.