domingo, 12 de dezembro de 2010

Lançado em 1990 pela Creation Records, Nowhere, do Ride, é o destaque de hoje da Discoteca Indie, nossa seleção dos melhores albuns independentes de todos os tempos. O Ride foi um dos maiores representantes do som viajante e melódico conhecido como shoe-gazing produzido na transição dos anos 80 para os 90. Este que é seu album de estréia resume com rara beleza este estilo de tocar. Diferentemente de seu contemporâneo, o My Bloody Valentine, as distorções e reverberações deste quarteto inglês atinge um espectro pop que os irlandeses nunca conseguiram alcançar ou não tiveram tempo para isso, mas o Ride também teve vida curta, durou até 1996.



Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – RIDE, “Seagull”
In: Nowhere, 2010.

02 – RIDE, “Kaleidoscope”
In: Nowhere, 2010.

03 – RIDE, “In a Different Place”
In: Nowhere, 2010.

04 – RIDE, “Polar Bear”
In: Nowhere, 2010.

05 – RIDE, “Dreams Burn Down”
In: Nowhere, 2010.

06 – RIDE, “Decay”
In: Nowhere, 2010.

07 – RIDE, “Paralysed”
In: Nowhere, 2010.

08 – RIDE, “Vapour Trail”
In: Nowhere, 2010.

Confira também nossa #TwitRadio em http://twitrad.io/radio_indie

Nenhum comentário:

Postar um comentário