domingo, 20 de fevereiro de 2011

Lançado em 1989, pela 4AD, Doolittle, do Pixies, é o destaque de hoje da Discoteca Indie, nossa seleção dos melhores albuns independentes de todos os tempos. Foi o disco que ascendeu o Pixies ao mainstream. Embora independente, foi distribuido por uma grande gravadora, a Elektra, o que rendeu a banda um Disco de Ouro nos Estados Unidos (ao atingir um milhão de LPs vendidos), com isso “Here Comes Your Man”, “Monkey Gone to Heaven” e “Hey” atingiram facilmente o status de hits. A produção de Gil Norton substituiu o barulho do album anterior (Surfer Rosa, produzido por Steve Albini, do Big Black) por um som mais limpo e sofisticado, destacando assim as nuances entre os vocais tresloucados de Black Francis e a doçura de Kim Deal.

 
Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – PIXIES, “Debaser”
In: Doolittle, 1989.

02 – PIXIES, “Tame”
In: Doolittle, 1989.

03 – PIXIES, “Wave of Mutilation”
In: Doolittle, 1989.

04 – PIXIES, “I Bleed”
In: Doolittle, 1989.

05 – PIXIES, “Here Comes Your Man”
In: Doolittle, 1989.

06 – PIXIES, “Dead”
In: Doolittle, 1989.

07 – PIXIES, “Monkey Gone to Heaven”
In: Doolittle, 1989.

08 – PIXIES, “Mr. Grieves”
In: Doolittle, 1989.

09 – PIXIES, “Crackity Jones”
In: Doolittle, 1989.

10 – PIXIES, “La La Love You”
In: Doolittle, 1989.

11 – PIXIES, “No. 13 Baby”
In: Doolittle, 1989.

12 – PIXIES, “There Goes My Gun”
In: Doolittle, 1989.

13 – PIXIES, “Hey”
In: Doolittle, 1989.

14 – PIXIES, “Silver”
In: Doolittle, 1989.

15 – PIXIES, “Gouge Away”
In: Doolittle, 1989.

Siga a Rádio Indie pelo twitter e fique por dentro das atualizações do blog:
http://twitter.com/radio_indie

2 comentários:

  1. Percebo que quase ninguém comenta os posts.
    Então, em reconhecimento ao excelente trabalho de vocês, digo que todos os dias passo por aqui e ouço as listas. Este disco dos pixies, quando foi lançado em LP, era muito raro encontrar aqui em brasilia.Comentei com alguns amigos meus que também curtiam indie rock que tinha visto uma cópia na saudosa 2001 discos. Um deles se adiantou e comprou à minha frente. Não tive outra alternativa a não ser trocar o Louder Than Bombs dos Smiths e o Kiss me Kiss me Kiss me do The Cure. Nunca me arrependi, ouvi até furar o doolittle. Depois comprei em cd o kiss me kiss me, e o Louder, e o doolittle... Que saudades dos vinis!!!
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. É, o povo aqui é um pouco tímido quando o assunto é 'postar um comentário', preferem fazê-lo pelo twitter. Nós só temos que agradecer pelo seu comentário, o elogio que nos faz e por estar sempre visitando nosso blog.

    ResponderExcluir