segunda-feira, 30 de abril de 2012


“Capricornia”, que abre nosso playlist de hoje, é o primeiro single de Europe, o segundo álbum da australiana Allo Darlin’(foto). Na sequencia tem Standard Fare, Comet Gain, Shugo Tokumaru, Slow Club, Sambassadeur, Camera Obscura, Deep Sea Arcade, Veronica Falls e Tame Impala.

Seleção Musical de Ricardo Pereira. 

 01 – ALLO DARLIN’, “Capricornia”
In: Capricornia [Single], 2012.

 02 – STANDARD FARE, “Suitcase”
In: http://standardfare.bandcamp.com

 03 – COMET GAIN, “After midnight, after it’s all gone wrong”
In: Howl of the Lonely Crowd, 2011.

 04 – SHUGO TOKUMARU, “Lovely Allen” (Holy Fuck cover)
In: Vicious Circles Vol. 1, 2011.

 05 – SLOW CLUB, “If We’re Still Alive”
In: Paradise, 2011.

 06 – SAMBASSADEUR, “Subtle Changes”
In: Stockholm Belongs To Us – A Labrador Records Compilation, 2011.

 07 – CAMERA OBSCURA, “James”
In: My Maudlin Career, 2009.

 08 – DEEP SEA ARCADE, “Steam”
In: Outlands, 2012.

 09 – VERONICA FALLS, “The Box”
In: Veronica Falls, 2011.

 10 – TAME IMPALA, “Solitude Is Bliss”
In: Innerspeaker, 2010.

 Curta a Radio Indie também no Facebook:
http://www.facebook.com/pages/Radio-Indie/142639295767771

sábado, 28 de abril de 2012


Dois anos após a estréia com o EP RinoRino, o quinteto paulista Some Community (foto) está de volta com Underconstruction que traz mais cinco faixas do belo indie rock do grupo. Destaque para “At Her Light” abrindo nossa playlist deste sábado. Na sequencia tem Wannabe Jalva, Twinpine(s), Single Parents, The Sorry Shop, Cambriana, Foxy Trio, Monndo, Serotonina, The First Corinthians, Cassim e Câmera.

 Seleção Musical de Ricardo Pereira. 

 01 – SOME COMMUNITY, “At Her Light”
In: Underconstruction [EP], 2012. 

02 – WANNABE JALVA, “Superstar”
In: Welcome To Jalva, 2011.

 03 – TWINPINE(S), “Love Hill”
In: Beige, 2012.

 04 – SINGLE PARENTS, “Daydreaming”
In: Unrest, 2012.

 05 – THE SORRY SHOP, “Stranged Again”
In: Bloody, Fuzzy, Cozy, 2012.

 06 – CAMBRIANA, “Waitress”
In: House of Tolerance, 2012.

 07 – FOXY TRIO, “She’s Deaf, But She Loves Dancing”
In: She’s Deaf, But She Loves Dancing, 2012.

 08 – MONNDO, “Mysterious Guy”
In: Monndo [EP], 2011.

 09 – SEROTONINA, “You Still Can PlayThis Song On Mute”
In: Tigrr, 2012.

 10 – THE FIRST CORINTHIANS, “Dislocation”
In: Dislocation, 2012.

 11 – CASSIM, “The Orchard”
In: Cavalo de Fogo, 2011.

 12 – CÂMERA, “Midnight Fever”
In: Not Tourist [EP], 2011.

 Siga a Rádio Indie pelo twitter e fique por dentro das nossas atualizações:
 http://twitter.com/radio_indie

sexta-feira, 27 de abril de 2012


Abrindo nossa playlist de hoje, “Wind Was The Wine”, novo som do Woods (foto). Tem também Alex Bleeker, White Fence, San Cisco, Kurt Vile, Family Portrait, Half Moon Run, Islands, Peaking Lights e Twerps.

 Seleção Musical de Ricardo Pereira. 

 01 – WOODS, “Wind Was The Wine” 
In: Amps For Christ/Woods, 2012. 

 02 – ALEX BLEEKER, “Never Going Back” 
In: These Days 7”, 2010. 

 03 – WHITE FENCE, “Trumble, Lies & Hones” 
In: Is Growing Faith, 2011. 

 04 – SAN CISCO, “Awkward” 
In: Awkward [EP], 2012. 

 05 – KURT VILE, “The Creature” 
In: So Outta Reach [EP], 2011. 

 06 – FAMILY PORTRAIT, “Super Cool” 
In: Split 7” w/Andrew Cedermark, 2009. 

 07 – HALF MOON RUN, “Full Circle” 
In: Dark Eyes, 2012. 

 08 – ISLANDS, “Never Go Solo” 
In: A Sleep A Forgetting, 2012. 

 09 – PEAKING LIGHTS, “Amazing and Wonderful” 
In: 936, 2011. 

 10 – TWERPS, “Anything New” 
In: She Didn’t Know 7”, 2011. 

 Curta a Radio Indie também no Facebook: 

quinta-feira, 26 de abril de 2012


Depois de produzir um dos melhores álbuns de 2010, Teen Dream, a dupla formada pelo casal Victoria Legrand e Alex Scaly está de volta com Bloom. E o Beach House (foto) conseguiu de novo, “Wishes”, que abre nosso playlist de hoje é só uma prévia das boas surpresas que esse álbum nos reserva e que, gradativamente, você vai conhecer todas aqui na Radio Indie, não escondemos que somos fãs desses dois. A sequencia de hoje ainda traz Real Estate, Tennis, Beach Fossils, Girls, Youth Lagoon, Memoryhouse, Lotus Plaza, St. Vincent e Chromatics.
 Seleção Musical de Ricardo Pereira. 

 01 – BEACH HOUSE, “Wishes”
In: Bloom, 2012. 

 02 – REAL ESTATE, “Easy”
In: Days, 2011. 

 03 – TENNIS, “Take Me To Heaven”
In: Young and Old, 2012. 

 04 – BEACH FOSSILS, “Lessons”
In: Shallow/Lessons, 2012. 

 05 – GIRLS, “Love Like a River”
In: Father, Son, Holy, Ghost, 2011.

 06 – YOUTH LAGOON, “The Hunt”
In: The Year of Hibernation, 2011. 

 07 – MEMORYHOUSE, “This Will Be Our Year” (The Zombies cover)
In: This Will Be Our Year, 2012. 

 08 – LOTUS PLAZA, “Remember Our Days”
In: Spooky Action At A Distance, 2012. 

 09 – St. VINCENT, “Marry Me”
In: Marry Me, 2007. 

 10 – CHROMATICS, “I’m On Fire” (Bruce Springsteen cover)
In: In The City [EP], 2010. 

Siga a Rádio Indie pelo twitter e fique por dentro das nossas atualizações:
http://twitter.com/radio_indie

terça-feira, 24 de abril de 2012


Os ingleses do Mystery Jets (foto) lançam no próximo dia trinta seu quarto álbum, intitulado Radlands. Pelo que tenho escutado, o melhor álbum do quarteto. Destaque para “Take Me Where The Roses Grow” com a participação da cantora Sophie-Rose, que abre nosso playlist de hoje. Na sequencia temos The Maccabees, Tribes, Belle and Sebastian, Little Comets, The Cribs, Frankie & The Heartstrings, Jeremy Warmsley, The Kooks e Summer Camp.

 Seleção Musical de Ricardo Pereira. 

 01 – MYSTERY JETS feat. Sophie-Rose, “Take Me Where The Roses Grow” 
In: Radlands, 2012. 
 02 – THE MACCABEES, “Glimmer” 
In: Given To The Wild, 2012. 
 03 – TRIBES, “Alone Or With Friends” 
In: Baby, 2012. 
 04 – BELLE & SEBASTIAN, “Crash” (The Primitives cover) 
In: Late Night Tales, 2012. 
 05 – LITTLE COMETS, “Her Black Eyes” 
In: In Search of Elusive Little Comets, 2011. 
 06 – THE CRIBS, “Come on, be a no-one” 
In: In The Belly of The Brazen Bull, 2012. 
 07 – FRANKIE & THE HEARTSTRINGS, “Don’t Look Surprised” 
In: Hunger, 2011.
 08 – JEREMY WARMSLEY, “The Boat Song” 
In: The Boat Song/Temptation, 2008. 
 09 – THE KOOKS, “Sway” 
In: Konk, 2008. 
 10 – SUMMER CAMP, “I Want You” 
In: Welcome To Condale, 2011. 

 Curta a Radio Indie também no Facebook: 

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Philippa Pip Brown, mais conhecida como Ladyhawke (foto), está lançando seu novo trabalho, Anxiety, o segundo de sua carreira. Abrindo nosso playlist está uma faixa dele, “Girl Like Me”. Na sequencia temos The Ting Tings, Cansei de Ser Sexy, Munk feat. Lou Hayter (do New Young Pony Club), Uh Huh Her, Lykke Li, Miami Horror, Austra e We Have Band.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – LADYHAWKE, “Girl Like Me”
In: Anxiety, 2012.

02 – THE TING TINGS, “In Your Life”
In: Sounds From Nowheresville, 2012.

03 – CANSEI DE SER SEXY, “Red Alert”
In: La Liberación, 2011.

04 – MUNK feat. Lou Hayter (New Young Pony Club), “So Close”
In: The Bird and the Beat, 2011.

05 – UH HUH HER, “No Sacrifice”
In: Black and Blue [EP], 2011.

06 – THE BIG PINK, “77”
In: Future This, 2012.

07 – LYKKE LI, “Unchained Melody” (The Righteous Brother cover)
In: Unchained Melody, 2011.

08 – MIAMI HORROR, “The Logical Song” (Supertramp cover)
In: Triple J: Like a Version, Volume 6, 2010.

09 – AUSTRA, “Crying” (Roy Orbison cover)
In: Feel It Break (Deluxe Version), 2011.

10 – WE HAVE BAND, “Piano”
In: WHB, 2010.

Siga a Rádio Indie pelo twitter e fique por dentro das nossas atualizações:
http://twitter.com/radio_indie

domingo, 22 de abril de 2012

Lançado em 1991, pelo selo Creation, Loveless, do My Bloody Valentine, é o destaque de hoje da Discoteca Indie, nossa seleção dos melhores álbuns independentes de todos os tempos.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – MY BLOODY VALENTINE, “Only Shallow”
In: Loveless, 1991.

02 – MY BLOODY VALENTINE, “Loomer”
In: Loveless, 1991.

03 – MY BLOODY VALENTINE, “Touched”
In: Loveless, 1991.

04 – MY BLOODY VALENTINE, “To Here Knows When”
In: Loveless, 1991.

05 – MY BLOODY VALENTINE, “When You Sleep”
In: Loveless, 1991.

06 – MY BLOODY VALENTINE, “I Only Said”
In: Loveless, 1991.

07 – MY BLOODY VALENTINE, “Come in Alone”
In: Loveless, 1991.

08 – MY BLOODY VALENTINE, “Sometimes”
In: Loveless, 1991.

09 – MY BLOODY VALENTINE, “Blown a Wish”
In: Loveless, 1991.

10 – MY BLOODY VALENTINE, “What You Want”
In: Loveless, 1991.

11 – MY BLOODY VALENTINE, “Soon”
In: Loveless, 1991.

Curta a Radio Indie também no Facebook:
http://www.facebook.com/pages/Radio-Indie/142639295767771

sábado, 21 de abril de 2012

O destaque de hoje da Radio Indie vem daqui mesmo de Campinas (SP), trata-se da banda João e Os Poetas de Cabelo Solto (foto) que está lançando seu primeiro álbum: são dez faixas do mais alto nível – dentre elas, “A Sangrar”, que escolhemos para abrir nossa playlist. Na sequencia tem Nevilton, Monograma, Radioviernes, The Baggios, Porcas Borboletas, Cartolas, Suéteres, Christian Camilo e Bonifrate.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – JOÃO E OS POETAS DE CABELO SOLTO, “A Sangrar”
In: João e Os Poetas de Cabelo Solto, 2012.

02 – NEVILTON, “Ballet de Vida Irônica”
In: De Verdade, 2011.

03 – MONOGRAMA, “Filho Meu”
In: Filho Meu, 2011.

04 – RADIOVIERNES, “Atemporal”
In: Retrato [EP], 2011.

05 – THE BAGGIOS, “Não Estou Aqui”
In: The Baggios, 2011.

06 – PORCAS BORBOLETAS, “Sinto Muito”
In: A Passeio, 2009.

07 – CARTOLAS, “Uma Consulta Por Mês”
In: Quase Certeza Absoluta, 2010.

08 – SUÉTERES, “Antes e Depois”
In: Rua Caetés, 2009.

09 – CHRISTIAN CAMILO, “O Ciclo, O Tempo”
In: Single, 2011.

10 – BONIFRATE, “Vertigem de Uma Festa”
In: Um Futuro Inteiro, 2011.

Siga a Rádio Indie pelo twitter e fique por dentro das nossas atualizações:
http://twitter.com/radio_indie

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Radio Indie apresenta: Bárbara Bigon entrevista THE FIRST LIMBO

Começou em 2009, mas apenas se concretizou ano passado (2011), um projeto que poderia ter começado em qualquer momento dos anos 90. Confuso? Eu explico. Os irmãos Vinícius e Marcelo Lara começaram a se interessar por música desde cedo. Vinícius, que é quatro mais velho, preferia Red Hot Chili Peppers, Marcelo gosta mais de Beatles. Mas com o tempo, os dois se aproximaram, os gostos se tornaram parecidos e a diferença de idade passou a não importar tanto assim. Graças a isso, depois de um ano de gravações e trabalho duro, saiu o primeiro EP da dupla, The First Limbo. Nessa entrevista vamos falar um pouco do começo da dupla, do crescimento, do mundo particular desses dois irmãos de Porto Alegre. (Bárbara Bigon, para a Radio Indie)


RI: Vocês são de Porto Alegre, certo? Cresceram por lá?

Vinícius: Nascemos aqui na província (risos), moramos até hoje.

RI: E como foi o primeiro contato de vocês com a música ?

Marcelo: O contato que eu lembro foi com o desenho dos Beatles, "Yellow Submarine". Depois disso não teve mais volta.
Vinícius: Pra mim foi os anos 90, Red Hot Chili Peppers, Weezer, Silverchair, Foo Fighters.
Marcelo: Bons tempos.
Vinícius: Comecei a achar cativante a ideia de ser e fazer música. Pode-se dizer que foi nos tempos áureos de MTV, que rolava top10, etc. Bons tempos. Mas só fui começar a tocar violão quando entrei no segundo grau tinha uns 14, 15 anos, acho.

RI: Vocês começaram a fazer aulas juntos?

Vinícius: Não, eu comecei bem antes. E depois de alguns anos, o Marcelo começou a tocar piano.

RI: Como era a convivência de vocês naquela época? E agora?

Vinícius: Temos quatro anos de diferença e na época a diferença era gigantesca.
Marcelo: Sim, mas não rolava rixas nem brigas típicas de irmãos.
Vinícius: Hoje em dia equiparou os gostos e os pensamentos, nunca chegou a ser algo do tipo ‘Gallagher's brothers’ (risos).
Marcelo: Tanto equiparou que acabamos montando essa banda.

RI: Como foi essa mudança, essa passagem de grandes diferenças para uma parceria ?

Vinícius: Acho que começamos a descobrir gostos em comum, a conversar mais. Eu apresentei mais Red Hot pro Marcelo, e ele me mostrou mais Beatles, acho que esse foi o grande início (risos).
Marcelo: Rolou um intercâmbio benéfico de gostos musicais.
Vinícius: Hoje em dia nossos gostos são praticamente iguais, até pra filmes, quadrinhos etc.
Mas acredito que o que nos juntou mesmo, foi a música, ela nos fez ficar mais próximos.

RI: E até onde essa parceria vai, na hora de fazer as músicas, quem escreve e quem faz a melodia? Ou é um trabalho em conjunto ?

Vinícius: Então...
Marcelo: O Vinícius compôs a maioria das músicas que temos no momento. A melodia nós costumamos trabalhar bastante juntos.
Vinícius: Eu tenho outra banda que eu componho em português, mas paralelo a isso, eu acho muito bonito a língua inglesa.

RI: A Big Richards?

Vinícius: Isso, então... Eu comecei a compor em inglês,sem pretensão nenhuma, e foi em um momento da minha vida que eu "soltei" umas 5 músicas.

RI: Para quem? Como foi isso?

Vinícius: (Risos)
Marcelo: (Risos) essa vai ser boa.
Vinícius: As velhas e boas 'relationships', né, acontece. E nessa época o Marcelo já estava tocando piano e eu pensei: “Isso não tem nada a ver com a Big Richards”. Até por serem em inglês, e por pedirem um casamento com piano. Mostrei pra ele, e logo em seguida já estávamos compondo.
Marcelo: Geralmente um de nós vem com uma melodia e trabalhamos ela em conjunto. As letras nós também revezamos na autoria.
Vinícius: Exato, por exemplo, nesse nosso primeiro EP, tem quatro músicas que eu escrevi e tem uma ("Perceptions from the hill") que fizemos em parceria a letra.


RI: Vocês citaram bastante Red Hot e Beatles eles são as suas maiores influências?

Vinícius: Sim, talvez em um primeiro momento, logo no início das composições, acho que o mais do Red Hot que a gente cite. É a parte do John Frusciante, na carreira solo, somos grandes fãs dele. Acho que atualmente, os Beatles pegam mais.

RI: São dois estilos bem diferentes, como vocês organizam isso?

Marcelo: Para essa banda, nós pegamos várias bandas que gostamos em comum que se encaixam com ela.
Vinícius: Radiohead, Sean Lennon, Arcade Fire, City and Colour…
Marcelo: Isso. Esses são exemplos de bandas.
Vinícius: Essas bandas, são as quais queremos soar mesmo, mas Beatles e Red Hot já estão no nosso DNA.

RI: E quanto aos temas, o que inspira vocês a fazer uma música?

Vinícius: Agora rolou um mix, atualmente, como eu disse, as primeiras composições foram influenciadas por relacionamentos.
Marcelo: Rola bastante temas pessoais. Até porque o tipo de música pede, mas também situações da rotina.
Vinicíus: Exato, por exemplo, a “There's no Place Like Home” escrevi vendo o filme Into the Wild (Na Natureza Selvagem). “Perceptions from the hill”, no título é uma homenagem para Fool on the Hill, dos Beatles. “Blue Day” já é uma letra mais existencial, a First Limbo é sobre tudo o que acontece comigo e com o meu irmão.
Macelo: E a “I'll be yours” é para vender CD (risos).
Vinícius: É praticamente um diário. A “I'll be yours” tem uma história engraçada. Lembro que eu tinha feito ela e quando mostrei pro meu irmão, ele meio que chutou o refrão. E eu achei muito mais bonito e melódico, então deixamos a ideia dele. Que contribuiu muito pra musicalidade dela, o nosso método de composição atual é bem mais dividido. Faço algumas partes da letra, outras o Marcelo reescreve e a gente debate sobre o que pode ser bom pra escrever. Ele me diz sobre o que ele está querendo passar no momento e vice-versa

RI: Há quanto tempo estão trabalhando juntos? Melhor dizendo, quanto tempo trabalharam para chegar a esse resultado ?

Vinícius: Acho que desde que eu comecei a compor, desde 2009, mas assim... Pra disseminar pro grande público foi só ano passado. Decidimos gravar e apostar no projeto, como algo sério e concreto vimos que estavam nascendo muitas ideias.

RI: E como foi esse processo de gravação e divulgação? Aliais como vocês divulgaram e divulgam o projeto?

Vinícius: A gente gravou no home studio de um grande amigo nosso, o Pedro Mello (baixista da Big Richards).
Marcelo: Utilizamos bastante as mídias sociais para a divulgação.
Vinícius: Gravamos tudo, voz, piano, guitarras, violas... Até ukelele.
Marcelo: E temos um website. (http://www.thefirstlimbo.com/), e uma página no face (https://www.facebook.com/thefirstlimbo).
Vinícius: Que agradecemos o Phillip por gravar (risos). E a divulgação é basicamente em redes sociais como o Marcelo falou.
Marcelo: Grande Philipp.
Vinícius: Como o trabalho é independente, nós que produzimos as levas de CDs e queremos enviar mais cds ainda, pra gravadores, blogs, etc.

RI: No site, nele vocês explicam o nome da banda. Mas como chegaram a The Firts Limbo ?

Marcelo: O nome veio principalmente de um jogo chamado Limbo (o jogo é para ps3).
Vinícius: Estávamos em uma fase pra mudar o nome. Antes a nossa dupla se chamava "Empty Box" mas descobrimos que é comum demais na gringa.
Marcelo: O ‘first’ veio logo em seguida, o Vinícius achou que combinava.
Vinícius: E a gente achou a estética do jogo genial. E o jogo em si era demais.


RI: A explicação histórico-literária veio só depois?

Vinícius: É que na verdade, a palavra limbo é forte e instigante. Claro que algumas das explicações do texto já conhecíamos, tipo a do Lost (seriado), que somos mega fãs.
Marcelo: Achei que seria interessante colocar várias explicações para o Limbo. Que infelizmente teve aquele final. E filmes como o Inception (A Origem).
Vinícius: É muita “nerdice” de referência também. Mas, enfim, achamos legal criar um texto criativo e explicativo. Onde no final, o que mais importa é a nossa ideia de limbo, o primeiro limbo.
Marcelo: Que seria um som que poucos podem escutar.
Vinícius: Onde tudo se transforma em som e melodia.
Marcelo: Pois é, viajamos muito. Mas ficou legal.
Vinícius: O limbo é onde só nós conseguimos criar e nos encontrar, ou seja, é o nosso mundo.

RI: E pra onde esse mundo particular planeja ir agora? Depois do primeiro EP feito, com um vídeo sendo editado e muitas ideias na cabeça ?

Vinícius: A ideia é disseminar esse mundo. Produzir mais material sobre a banda, mais vídeos, mais músicas.
Marcelo: Com certeza. De preferência, internacionalmente. E claro, tocar em festivais e fazer shows.
Vinícius: Temos um show de lançamento. Dia 28 de abril, no Café da Oca em Porto Alegre às 22h. Que por sinal, será apresentado a The First Limbo com novos integrantes, agora temos um baixista, guitarrista e percussionista e mais além, uma violinista, enfim.

RI: Quem são os novos integrantes?

Vinícius: O baixista Matheus de Lavra (Samamba), o guitarrista Lorenzo Tassinari (Clapton) e André Menna (o Menna Sabe) na percussão.

RI: E o vídeo, quando fica pronto ?

Marcelo: Provavelmente antes do show. Queremos usá-lo como divulgação.
Vinícius: Nesse momento estou falando com o responsável pela edição, acredito que semana que vem está pronto. Mas não é um videoclipe oficial, é um promocional. Mas vai ficar fantástico.

Confira abaixo o videoclipe de “Perceptions From The Hill” ao qual dupla se refere na entrevista que nos concedeu. Segue também uma playlist com as faixas do primeiro EP deles que você pode baixar em www.thefirstlimbo.com. Vai lá.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – THE FIRST LIMBO, “Perceptions From The Hill”
In: The First Limbo [EP], 2012.

02 – THE FIRST LIMBO, “I’ll Be Yours”
In: The First Limbo [EP], 2012.

03 – THE FIRST LIMBO, “The Prize”
In: The First Limbo [EP], 2012.

04 – THE FIRST LIMBO, “There’s No Place Like Home”
In: The First Limbo [EP], 2012.

05 – THE FIRST LIMBO, “Blue Day”
In: The First Limbo [EP], 2012.

Siga a Rádio Indie pelo twitter e fique por dentro das nossas atualizações:
http://twitter.com/radio_indie

Confira o videoclipe de "Perceptions From The Hill" com The First Limbo:
Abrindo nosso playlist desta sexta está o indie pop do quarteto norte-americano Miniature Tigers (foto) com uma faixa de seu mais novo álbum, Mia Pharaoh. Na sequencia temos Alvin Band, Jukebox The Ghost, Tokyo Police Club, Miike Snow, Good Old War, Starfucker, Coconut Records, Silversun Pickups e The Magnetic Fields.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – MINIATURE TIGERS, “Angel Bath”
In: Mia Pharaoh, 2012.

02 – ALVIN BAND, “Stanley Kubrick”
In: BIRP! December 2011, 2011.

03 – JUKEBOX THE GHOST, “Arthur’s Theme” (Christopher Cross cover)
In: Arthur’s Theme, 2011.

04 – TOKYO POLICE CLUB, “Strictly Game” (Harlem Shakes cover)
In: Ten Songs, Ten Years, Ten Days, 2011.

05 – MIIKE SNOW, “Archipelago”
In: Happy To You (Deluxe Edition), 2012.

06 – GOOD OLD WAR, “Calling Me Names”
In: Come Back As Rain, 2012.

07 – STARFUCKER, “Death As a Fetish”
In: Reptlians, 2011.

08 – COCONUT RECORDS, “Ask Her To Dance”
In: Nighttming, 2007.

09 – SILVERSUN PICKUPS, “Bloody Mary”
In: Neck of the Woods, 2012.

10 – THE MAGNETIC FIELDS, “Andrew in Drag”
In: Love at the Bottom of the Sea, 2012.

Curta a Radio Indie também no Facebook:
http://www.facebook.com/pages/Radio-Indie/142639295767771

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Para quem curte o velho e bom shoegaze, a playlist de hoje traz a nova do A Place To Bury Strangers (foto), “So Far Away”, do EP recém-lançado pelo grupo Onwards To The Wall. Além do Asobi Seksu com um cover de Jesus & Mary Chain, The Last Names, Arctique Circles com outro cover, do My Bloody Valentine, e mais The Horrors, Crocodiles, The Raveonettes, Whirr, Ride e The Chameleons.
Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – A PLACE TO BURY STRANGERS, “So Far Away”
In: Onwards To The Wall, 2012.

02 – ASOBI SEKSU, “Never Undestand” (The Jesus & Mary Chain cover)
In: HMM HMM HIM, 2011.

03 – THE LAST NAMES, “Age of Consent” (New Order cover)
In: BIRP! April 2012, 2012.

04 – ARCTIQUE CIRCLES, “When You Sleep”(My Bloody Valentine cover)
In: http://arctiquecircles.bandcamp.com

05 – THE HORRORS, “You Said”
In: Skying, 2011.

06 – CROCODILES, “Sleep Forever”
In: Sleep Forever, 2010.

07 – THE RAVEONETTES, “Twilight”
In: Pretty in Black, 2005.

08 – WHIRR, “Bogus”
In: Pipe Dreams, 2012.

09 – RIDE, “Leave Them All Behind”
In: Going Blank Again, 1992.

10 – THE CHAMELEONS, “Tears”
In: Strange Times, 1986.

Siga a Rádio Indie pelo twitter e fique por dentro das nossas atualizações:
http://twitter.com/radio_indie

terça-feira, 17 de abril de 2012

Quem está de álbum novo é o quinteto canadense Great Lake Swimmers (foto): New Wild Everywhere, lançado no começo de abril. Folk-rock para quem gosta de folk-rock. Confira dele, a ótima “Cornflower Blue”. Na sequencia tem Bowerbirds, Shearwater, Dan Mangan, The Wooden Sky, Basia Bulat, Kathleen Edwards, Bonnie ‘Prince’ Billy, Sarah Harmer e Angus & Julia Stone.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – GREAT LAKE SWIMMERS, “Cornflower Blue”
In: New Wild Everywhere, 2012.

02 – BOWERBIRDS, “Now We Hurry On”
In: The Clearing, 2012.

03 – SHEARWATER, “Breaking The Yearlings”
In: Animal Joy, 2012.

04 – DAN MANGAN, “About as Helpful as You Can Be…”
In: Oh Fortune, 2011.

05 – THE WOODEN SKY, “I’m Your Man”
In: Every Child A Daughter, Every Moon A Sun, 2012.

06 – BASIA BULAT, “Little Waltz”
In: Oh My Darling, 2007.

07 – KATHLEEN EDWARDS, “One More Song the Radio Won’t Like”
In: Failer, 2003.

08 – TREMBLING BELLS & BONNIE ‘PRINCE’ BILLY, “Excursions Into Assonance”
In: The Marble Downs, 2012.

09 – SARAH HARMER, “New Loneliness”
In: Oh Little Fire, 2010.

10 – ANGUS & JULIA STONE, “Big Jet Plane”
In: Big Jet Plane [EP], 2010.

Curta a Radio Indie também no Facebook:
http://www.facebook.com/pages/Radio-Indie/142639295767771

sábado, 14 de abril de 2012

Formada por treze jovens músicos, a banda paulista Trupe Chá de Boldo (foto) está lançando seu segundo disco Nave Manha. Rock, samba, jazz, tropicalismo, tem de tudo nesse álbum, sobretudo qualidade. Parabéns aos envolvidos. Para abrir nosso playlist escolhemos “Na Garrafa”. A seleção musical de hoje ainda traz Mahmundi, Vício Primavera, Devise, Siba, China, Los Porongas, João e os Poetas de Cabelo Solto, Pipo Pegoraro e Tibério Azul.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – TRUPE CHÁ DE BOLDO, “Na Garrafa”
In: Nave Manha, 2012.

02 – MAHMUNDI, “Se Assim Quiser”
In: Efeito das Cores, 2012.

03 – VÍCIO PRIMAVERA, “De Lírio (ou Musa Experimental)”
In: Pra Que Servem os Cataventos, 2011.

04 – DEVISE, “Incertezas”
In: Desvie [EP], 2011.

05 – SIBA, “Canoa Furada”
In: Avante, 2012.

06 – CHINA, “Distante Amigo”
In: Moto Contínuo, 2011.

07 – LOS PORONGAS, “Dois Lados”
In: O Segundo Depois do Silêncio, 2011.

08 – JOÃO E OS POETAS DE CABELO SOLTO, “Nós Dois”
In: João e os Poetas de Cabelo Solto, 2012.

09 – PIPO PEGORARO, “Beleza”
In: Táxi Imã, 2011.

10 – TIBÉRIO AZUL, “Vamos Ficar Sol”
In: Bandarra, 2011.

Curta a Radio Indie também no Facebook:
http://www.facebook.com/pages/Radio-Indie/142639295767771

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Formado em 2003, o trio norte-americano Bear in Heaven está lançando seu terceiro álbum, I Love You, It’s Cool. É com uma faixa dele que abrimos nosso playlist desta sexta, que ainda traz Frankie Rose, Porcelain Raft, Lower Dens, CANT, Lotus Plaza, Small Black, Korallreven, Menomena e Here We Go Magic.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – BEAR IN HEAVEN, “Sinful Nature”
In: I Love You, It’s Cool, 2012.

02 – FRANKIE ROSE, “Daylight Sky”
In: Interstellar, 2012.

03 – PORCELAIN RAFT, “The End of Silence”
In: Strange Weekend, 2012.

04 – LOWER DENS, “Alphabet Song”
In: Nootropics, 2012.

05 – CANT, “Too Late Too Far”
In: Dreams Come True, 2011.

06 – LOTUS PLAZA, “Black Buzz”
In: Spooky Action at Distance, 2012.

07 – SMALL BLACK, “Camouflage”
In: New Chain, 2010.

08 – KORALLREVEN, “A Surf of Endorphins”
In: An Album by Korallreven, 2011.

09 – MENOMENA, “Five Little Rooms”
In: Mines, 2010.

10 – HERE WE GO MAGIC, “Tulip”
In: The January [EP], 2011.

Siga a Rádio Indie pelo twitter e fique por dentro das nossas atualizações:
http://twitter.com/radio_indie

quinta-feira, 12 de abril de 2012

O playlist de hoje abre com o quarteto californiano Princeton (foto) que está lançando Remembrance of Things To Come, seu segundo álbum. Você confere justamente a ótima faixa que dá nome ao disco. Na sequencia tem Superhumanoids, Young Empires, Fun., Generationals, Heavenly Beat, Tennis, TV Girl, Vacationer e Bears.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – PRINCETON, “Remembrance of Things To Come”
In: Remembrance of Things To Come, 2012.

02 – SUPERHUMANOIDS, “Persona”
In: Urgency [EP], 2010.

03 – YOUNG EMPIRES, “Enter Through the Sun”
In: Enter Trough the Sun – Single, 2011.

04 – FUN. “Why Am I The One”
In: Some Nights, 2012.

05 – GENERATIONALS, “Please Be It”
In: Actor-Caster, 2011.

06 – HEAVENLY BEAT, “Presence”
In: Presence 7”, 2011.

07 – TENNIS, “Is It True?” (Brenda Lee cover)
In: Is It True? – Single, 2011.

08 – TV GIRL, “Baby You Were There”
In: Benny and The Jets, 2011.

09 – VACATIONER, “Gone”
In: Gone [EP], 2012.

10 – BEARS, “Those Years”
In: Shortest Day of The Year [EP], 2007.

Siga a Rádio Indie pelo twitter e fique por dentro das nossas atualizações:
http://twitter.com/radio_indie

terça-feira, 10 de abril de 2012

Nosso playlist de hoje abre com “Abraham’s Daughter”, música do Arcade Fire (foto), feita especialmente para o filme Jogos Vorazes, atualmente em cartaz. Na sequencia tem Beirut, The Antlers, The Decemberists, The Lucksmiths, Editors, Broken Bells, Kaiser Chiefs, The Maccabees e Architecture in Helsinki.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – ARCADE FIRE, “Abraham’s Daughter”
In: The Hunger Games: Songs From District 12 and Beyond, 2012.

02 – BEIRUT, “Payne’s Bay”
In: The Rip Tide, 2011.

03 – THE ANTLERS, “VCR (The xx cover)
In: (together), 2011.

04 – THE DECEMBERISTS, “One Engine”
In: The Hunger Games: Songs From District 12 and Beyond, 2012.

05 – THE LUCKSMITHS, “There Is A Light That Never Goes Out” (The Smiths cover)
In: Romantic and Square is Hip and Aware: A Matinée Tribute to the Smiths, 2004.

06 – EDITORS, “Lights”
In: Unedited, 2011.

07 – BROKEN BELLS, “Meyrin Fields”
In: Meyrin Fields [EP], 2011.

08 – KAISER CHIEFS, “Can’t Mind My Own Business”
In: The Future is Medieval, 2011.

09 – THE MACCABEES, “Feel to Follow”
In: Pelican, 2012.

10 – ARCHICTECTURE IN HELSINKI, “It”
In: Fingers Crossed, 2003.

Curta a Radio Indie também no Facebook:
http://www.facebook.com/pages/Radio-Indie/142639295767771

domingo, 8 de abril de 2012

Lançado em 1988 pela 4AD, Surfer Rosa, do Pixies, é o destaque de hoje da Discoteca Indie, nossa seleção dos melhores álbuns independentes de todos os tempos.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – PIXIES, “Bone Machine”
In: Surfer Rosa, 1988.

02 – PIXIES, “Break My Body”
In: Surfer Rosa, 1988.

03 – PIXIES, “Something Against You”
In: Surfer Rosa, 1988.

04 – PIXIES, “Broken Face”
In: Surfer Rosa, 1988.

05 – PIXIES, “Gigantic”
In: Surfer Rosa, 1988.

06 – PIXIES, “River Euphrates”
In: Surfer Rosa, 1988.

07 – PIXIES, “Where Is My Mind”
In: Surfer Rosa, 1988.

08 – PIXIES, “Cactus”
In: Surfer Rosa, 1988.

09 – PIXIES, “Tony’s Theme”
In: Surfer Rosa, 1988.

10 – PIXIES, “Oh My Golly!”
In: Surfer Rosa, 1988.

11 – PIXIES, “Vamos”
In: Surfer Rosa, 1988.

12 – PIXIES, “I’m Amazed”
In: Surfer Rosa, 1988.

13 – PIXIES, “Brick is Red”
In: Surfer Rosa, 1988.

Siga a Rádio Indie pelo twitter e fique por dentro das nossas atualizações:
http://twitter.com/radio_indie

sábado, 7 de abril de 2012

Quem está de álbum novo é a banda pernambucana Volver (foto), destaque de hoje da Radio Indie. Próxima Estação, terceira álbum do grupo, é lançado quatro anos depois do aclamado Acima da Chuva que nós tocamos quase que inteiro aqui. Próxima Estação terá o mesmo destino, tamanha a quantidade de boas faixas, dentre elas “Amargo” abrindo o playlist deste sábado. Na sequencia tem Vivendo do Ócio, Transmissor, Pública, Maglore, Apanhador Só, Hazamat, Violins, Humanish e Cachorro Grande.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – VOLVER, “Amargo”
In: Próxima Estação, 2012.

02 – VIVENDO DO ÓCIO, “Nostalgia”
In: O Pensamento é um Imã, 2012.

03 – TRANSMISSOR, “Sempre”
In: Nacional, 2011.

04 – PÚBLICA, “Pouca Estrada Pra Cedo Envelhecer”
In: Canções de Guerra, 2011.

05 – MAGLORE, “Tão Além”
In: Veroz, 2011.

06 – APANHADOR SÓ, “Jesus, O Padeiro e O Coveiro”
In: Apanhador Só, 2010.

07 – HAZAMAT, “Última Noite”
In: Hazamat, 2011.

08 – VIOLINS, “Nossos Embrulhos”
In: Direito de Ser Nada, 2011.

09 – HUMANISH, “Um Brinde”
In: Humanish, 2011.

10 – CACHORRO GRANDE, “Corda Bamba”
In: Baixo Augusta, 2011.

Curta a Radio Indie também no Facebook:
http://www.facebook.com/pages/Radio-Indie/142639295767771

quinta-feira, 5 de abril de 2012

A norte-americana de 24 anos, Alex Winston (foto) é uma das promessas para 2012. A cantora vem chamada atenção desde o ano passado quando lançou uma série de EPs, alguns de covers, outros com faixas que encontramos nesta sua estréia, King Con. Fique com “Shock Me” dela abrindo nosso playlist de hoje. Na sequencia tem Frankie Rose, My Best Fiend, Summer Camp, Sea Lions, NewVillager, Hospitality, ANR, Porcelain Raft e Perfume Genius.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – ALEX WINSTON, “Shock Me”
In: King Con, 2012.

02 – FRANKIE ROSE, “Gospel/Grace”
In: Interstellar, 2012.

03 – MY BEST FIEND, “Higher Palms”
In: Ghostlike Fading, 2012.

04 – SUMMER CAMP, “Nobody Knows You”
In: Welcome to Condale, 2011.

05 – SEA LIONS, “My Girl”
In: Everything You Always Wanted To Know About Sea Lions But Were Afraid To Ask, 2011.

06 – NEWVILLAGER, “Lighthouse”
In: NewVillager, 2011.

07 – HOSPITALITY, “Friends of Friends”
In: Hospitality, 2012.

08 – ANR, “Don’t Fear the Get Out”
In: Stay Kids, 2011.

09 – PORCELAIN RAFT, “Unless You Speak From Your Heart”
In: Strange Weekend, 2012.

10 – PERFUME GENIUS, “Take Me Home”
In: Put Your Back N2 It, 2012.

Curta a Radio Indie também no Facebook:
http://www.facebook.com/pages/Radio-Indie/142639295767771

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Na cena desde a década de 1980, os britânicos do Wedding Present (foto) acabam de lançar Valentina, oitavo álbum do grupo – uma legítima guitar band. Fique com “You’re Dead” abrindo nosso playlist de hoje. Na sequencia tem Guided By Voices, The Feelies, Wire, Spiritualized, Brakes, Madder Rose, Standard Fare, James Yorkston & Emma Pollock e, para finalizar, uma das antigas, “I’m Free” do Rolling Stones na versão do Soup Dragons.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – THE WEDDING PRESENT, “You’re Dead”
In: Valentina, 2012.

02 – GUIDED BY VOICES, “Who Invented the Sun”
In: Let’s Go Eat the Factory, 2012.

03 – THE FEELIES, “Should Be Gone”
In: Here Before, 2011.

04 – WIRE, “Clay”
In: Red Barked Tree, 2011.

05 –SPIRITUALIZED, “Hey Jane”
In: Sweet Heart Sweet Light, 2012.

06 – BRAKES, “Why Tell the Truth (When It’s Easier To Lie)”
In: Touchdown, 2009.

07 – MADDER ROSE, “Sugarsweet”
In: Bring It Down, 1993.

08 – STANDARD FARE, “Kudzu Girlfriend”
In: Standar Fare on One Happy Island 7”, 2011.

09 – JAMES YORKSTON & EMMA POLLOCK, “Forgotten Anniversary”
In: First Edition, 2011.

10 – THE SOUP DRAGONS, “I’m Free”
In: Lovegod, 1990.

Siga a Rádio Indie pelo twitter e fique por dentro das nossas atualizações:
http://twitter.com/radio_indie

terça-feira, 3 de abril de 2012

Rooms Filled With Light é o nome do segundo álbum do Fanfarlo (foto), grupo formado na Inglaterra pelo sueco Simon Balthazar e que chamou a atenção com sua estréia em 2008, Reservoir. Hoje, o grupo abre nosso playlist com “Bones” do novo disco. Na sequencia tem Dry The River, Hospitality, Fun., Veronica Falls, Django Django, Other Lives, Tennis, We Are Augustines e Bon Iver.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – FANFARLO, “Bones”
In: Rooms Filled With Light, 2012.

02 – DRY THE RIVER, “Thou Art Loosed”
In: Weights & Measures [EP], 2011.

03 – HOSPITALITY, “Betty Wang”
In: Hospitality, 2012.

04 – FUN. “All Alone”
In: Some Nights, 2012.

05 – VERONICA FALLS, “Killing Time”
In: My Heart Beats/Killing Time, 2012.

06 – DJANGO DJANGO, “Storm”
In: Storm/Love’s Dart, 2009.

07 – OTHER LIVES, “For 12”
In: Tamer Animals, 2011.

08 – TENNIS, “Petition”
In: Young & Old, 2012.

09 – WE ARE AUGUSTINES, “Chapel Song”
In: Rise Ye Sunken Ships, 2011.

10 – BON IVER, “Blood Bank”
In: Blood Bank [EP], 2009.

Curta a Radio Indie também no Facebook:
http://www.facebook.com/pages/Radio-Indie/142639295767771

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Em maio, a australiana Julia Stone (foto) lança By The Horns, mas a cantora, mais conhecida pelo seu trabalho ao lado do irmão, Angus, já disponibilizou um EP com quatro faixas, dentre elas “Tell Her a Story”, que abre nosso playlist de hoje. Na sequencia tem a nova do Beach House, “Myth”, e ainda Junip, Damien Jurado, Fionn Regan, Family of The Year, Jay Malinowski, Mirel Wagner, Dear Euphoria e Alberta Cross.

Seleção Musical de Ricardo Pereira.

01 – JULIA STONE, “Tell Her a Story”
In: Let’s Forget All The Things That We Say [EP], 2012.

02 – BEACH HOUSE, “Myth”
In: Bloom, 2012.

03 – JUNIP, “White Rain”
In: In Every Direction [EP], 2011.

04 – DAMIEN JURADO, “Museum of Flight”
In: Maraqopa, 2012.

05 – FIONN REGAN, “100 Acres of Sycamore”
In: 100 Acres of Sycamore, 2011.

06 – FAMILY OF THE YEAR, “The Barn”
In: Through the Trees [EP], 2010.

07 – JAY MALINOWSKI, “Life is a Gun”
In: Bright Lights & Bruises, 2010.

08 – MIREL WAGNER, “The Road”
In: Mirel Wagner, 2012.

09 – DEAR EUPHORIA, “Coming Down”
In: This Night Will Free [EP], 2010.

10 – ALBERTA CROSS, “Low Man”
In: The Thief & The Heartbreaker, 2007.

Siga a Rádio Indie pelo twitter e fique por dentro das nossas atualizações:
http://twitter.com/radio_indie